In Memoriam — 15 Janeiro 2017
MARTHA SWOPE (1928-20017) A FOTÓGRAFA DA DANÇA E DO TEATRO

swope

Martha Swope foi a primeira fotógrafa oficial do New York City Ballet tendo espelhado nas suas fotos o trabalho de artistas tão importantes como George Balanchine, Jerome Robbins e Martha Graham, para além de outras figuras-chave da dança do século 20. Ao mesmo tempo que registou mais de 800 produções da indústria teatral de Nova Iorque.

 

“Eu não estou interessada com o que acontece do meu lado da câmara”, afirmou a um entrevistador. “Estou muito mais interessada no que está acontecendo do outro lado.”

Ela fotografou no seu estúdio Balanchine ao lado de Igor Stravinski, Mikhail Baryshnikov e Liza Minnelli, Irene Worth e Kevin Spacey, Gwen Verdon e Chita Rivera e Elizabeth Taylor e Richard Burton, entre muitos outros grandes artistas.

B+I

Martha Joan Swope nasceu a 22 de Fevereiro de 1928 em Tyler, no Texas. Desde menina que andava sempre com uma câmara pequena ao ombro para onde quer que fosse. Mas sua verdadeira paixão era a dança.

Após um ano na universidade de Baylor, em Waco, deixou o Texas para prosseguir carreira na dança. Na escola do New York City Ballet conheceu Robbins, que tinha voltado a fazer aulas de dança clássica para ficar em forma para dirigir e coreografar o musical “West Side Story”. Quando os ensaios começaram ele convidou-a a levar a sua câmara e fazer algumas fotos. Assim que uma delas apareceu na revista Life, a sua carreira fotográfica tomou impulso.

“Então, eu nem sabia o que era uma lente intercambiável, ou uma Leica”, confessou Martha a um jornalista. Enquanto ainda lutava para ser bailarina profissional Lincoln Kirstein, que dirigia a escola e foi director-geral do City Ballet, após uma aula ofereceu-lhe trabalho como fotógrafa. A sua rotina era assistir a ensaios para se familiarizar com as coreografias. A antiga bailarina Delia Peters, uma sua amiga que dançou com o City Ballet, disse sobre ela numa entrevista: “Tendo sido artista do bailado ela entendia o momento da dança e o que os bailarinos iam fazer para, a seguir, poder captar a verdade do movimento”.

CL

Em 1980, Swope mudou seu estúdio para um grande espaço de loja no complexo Midtown Manhattan Plaza, tendo um apartamento também nesse local. No momento em que se aposentou o estúdio tinha em arquivo mais de um milhão de imagens, que ela vendeu para a Time e a Life Pictures. Em 1994 fechou seu estúdio em Times Square e vendeu o seu arquivo, tendo as suas fotografias entrado no mercado com mais força aparecendo nas páginas do The New York Times, de revistas e livros, para além de folhetos de vendas, cartazes e programas de espectáculos. Mas o negócio terminou de um modo amargo e em litígio tendo a própria recorrido, em 2002, aos tribunais para recuperar a propriedade do seu arquivo. Em 2010 doou o trabalho de toda a sua vida – folhas de contacto, negativos, lamelas, cópias, etc. – à New York Public Library for The Performings Arts no Lincoln Centre. 

Uma selecção de suas melhores fotos foi exibida nessa biblioteca durante quatro meses no Outono de 2012.

JR

Em 20014 recebeu um Tony de Honra para a Excelência em Teatro e, em 2007, um prémio de “realização de vida” da Liga de Mulheres de Teatro Profissional.

Martha Swope, cujas fotos nítidas e expressivas de muitos bailarinos e actores registadas ao longo de quase meio século de história de palco, morreu no dia 12 de Janeiro em Nova York com 88 anos, com doença de Parkinson.

A.L.

 

Related Articles

Share

About Author

Antonio Laginha

(0) Readers Comments

Comments are closed.